segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

HOMENAGEM PÓSTUMA - AO SAUDOSO MESTRE ADILSON UMBELINO CONCEIÇÃO



É com grande pesar que no dia de hoje me deparo com um coração reflexivo e sofrido, após receber a notícia do falecimento do mestre Adilson Umbelino Conceição.
Chegado a noite de ontem, ao abrir meu e-mail tive a triste notícia da nota de Falecimento, redigida por sua filha. Às 2h da manhã de domingo dia 09/12/2012 perdemos um grande homem, mestre, amigo e pai. Adilson Umbelino Conceição é baiano de nascimento com coração e amor entregues ao Reino de Deus. 

Sempre sério mas com um coração de criança, nosso querido mestre nunca deixava de lado a oportunidade de nos fazer refletir a respeito de nossas posturas com relação ao chamado e ao Reino de Deus. 
Sua perda é inestimável... 

Em minha época de seminário, Pastor Adilson Umbelino Conceição foi o Reitor das Instituições Teológicas da CBN/MG (STEB/SEBEMGE). Durante meus anos de estudo (2004-2006) tive a oportunidade de conviver com o reitor, o professor de sistemática, de teologia ministerial, com os duros conselhos e com as piadas e graças que eram típicas dele. 
Lembro-me das aulas...dos debates da constituição da alma...o que falar das discussões empolgantes sobre o calvinismo e arminianismo (apesar que sua postura sempre foi o meio termo...rsrsrsrsrs...um típico wesleyano), mas com certeza os melhores momentos foram as aulas de teologia ministerial, os conselhos vividos na prática de anos de ministério.
Lembro-me do que chamavam o STEB, "um grande problema", e lembro do que ele fazia para manter vivo a divisa: "Ensinando a Palavra no Poder do Espírito Santo". A casa de profetas não poderia ter tido melhor representante, homem a altura, de enfrentar os poderosos e mandachuvas da época. O “Elefante Branco” formou homens que fazem a diferença no Brasil e no Mundo. Sei que quem ler isso sabe o que eu estou falando...
Quanto aos defeitos...HUM...Com certeza tinha muitos, como eu também tenho...você também não tem???
Revi meu DVD da formatura e pude ouvir com saudosa lembrança suas palavras que nos fala como se fosse hoje... “Deus preparou vocês para o Reino Dele”...
Agradeço a Deus por tê-lo conhecido, parabenizo suas filhas e família pelo grande homem e pai que vocês tiveram...
Comungo com todos os STEBIANOS que com dor no coração se despedem do grande mestre...

Nos veremos na glória amigo...

Pr. Jofre Macnelli Aragão Costa
Igreja Batista Nacional em Planaltina-DF
Congregação Portal
3º Vice-Presidente da CBN/DF
Professor do STEB/DF  

3 comentários:

  1. Só o Espirito Santo para consolar nossos corações atribulados por tão grande perda.

    ResponderExcluir
  2. ETERNA SAUDADE DO MEU MESTRE!!!! FICARÁ PRA SEMPRE EM NOSSOS CORAÇOES.....NOS VEREMOS NA GLÓRIA!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Não posso negar, só afirmar que, realmente era um homem de grande valor. Apesar de tudo, sempre o admirei mais que todos os que o conheciam. Quando o conheci, era um menino franzino, com receio do futuro, queria fazer medicina mas, escolheu obedecer o Ide do Senhor. Sua personalidade forte, sua entrega e compromisso com os afazeres do reino de Deus, seu amor em trabalhar pessoas e com pessoas, tinha características únicas dele. Era um homem batalhador, até fora do comum. Conhecido no Brasil e no exterior. Amigo de todos, mas sempre dizia que não tinha amigos. Com sua inabalável convicção de que Deus é soberano, dizia: ' Não tenho receio que alguém possa tirar o que Deus me deu, a não ser que o próprio Deus me tire. E, se isto acontecer é porque não é mais meu, já pertence a outro.' Adilson, um homem raro no mundo, deixou sua marca em multidão de pessoas que, ao absorverem ajustaram à sua maneira de ser. Queria que ele fosse um pouco humilde pra reconhecer seus erros, porque erros todos nós temos, mas poucos os reconhece; queria que fosse um pouco fraco, pra admitir sem diminuir ou competir, a força do outro; queria que fosse menos pastor, homem, amigo dos outros para ser mais pai e marido; queria que se saísse menos, pra ficar mais conosco em casa; queria que falasse menos lá fora para compartilhar mais conosco os seus sonhos, sua alma e seus sentimentos. Queria poder ter ajudado mais, queria ter amado menos para não sofrer tanto a sua perda. Queria ter me dado menos pra que ele sentisse mais minha falta... Saudades Adilson, muitas saudades...

    ResponderExcluir